quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Sete Lagoas tem 126 casos de gripe suína notificados

Do Portalsete com Jornal Hoje Cidade
126 casos de gripe suína na cidade

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na tarde de ontem, quinta-feira, “nota técnica” assinada pelo secretário José Orleans, que também é médico, informações gerais e recomendações sobre as medidas de enfrentamento da Influenza A (H1N1) – a gripe suína – em Sete Lagoas. Até quinta-feira, o quadro das ocorrências era o seguinte: pacientes residentes na Cidade: 126 casos notificados, 16 confirmados e dois casos foram examinados e descartados. O óbito de uma mulher, que chegou a ser noticiado por órgão de Imprensa da Cidade, foi desmentido. Também houve 13 notificações de pacientes de outros Municípios, dos quais dois estão em investigação. Ainda de acordo com informações da Secretaria de Saúde, há 10 pacientes internados no Hospital Nossa Senhora das Graças, quatro dos quais na UTI.

Nota técnica

É o seguinte o teor da “nota técnica” divulgada na tarde de ontem pela Secretária Municipal de Saúde:

“O Secretário Municipal de Saúde de Sete Lagoas e Gestor do SUS/SL tem as seguintes informações e recomendações sobre as medidas de enfrentamento da Influenza A (H1N1) – Gripe Suína.

1 – O Município manterá o monitoramento constante da doença.

2 – Recomenda que as pessoas não frequentem casas de shows, cinemas, boates, danceterias, festas e locais onde existam aglomerações, mesmo abertos.

3 – Quanto a eventos: Os que estão programados poderão ser cancelados a qualquer momento, se o quadro epidemiológico da doença modificar ou novas orientações forem emitidas pela Secretaria de Estado de Saúde/MG e Ministério da Saúde;

Os que puderem ser cancelados desde já, que os organizadores o façam;

Não se deve programar novos eventos até o mês de Outubro, a princípio.

Os que acontecerem, até recomendação em contrário, devem seguir “à risca” as seguintes orientações e devem também ser anunciadas durante o evento: Evite contato com pessoas gripadas, use álcool em gel para higiene das mãos ou água e sabão líquido, enxugando- as com papel toalha, ao tossir ou espirrar proteja a boca e nariz com lenço de papel descartável; não compartilhe copos e alimentos. Os organizadores e pessoas presentes são responsáveis pelo cumprimento destas medidas preventivas.

4 – As gestantes do Serviço Público Municipal devem ser mantidas em domicílio. Para o setor privado, a recomendação é de que as gestantes sejam afastadas ou remanejadas para um local de pouco contato com o público por tempo indeterminado, até nova orientação. Sete Lagoas, 3 de setembro de 2009”. Mais
Postar um comentário