sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Hélio Costa disse que não disputa se tiver que fazer "voo solo"

Por Marina Schettini, no O Tempo:
O ministro das Comunicações Hélio Costa (PMDB) disse ontem que não será candidato ao governo de Minas se tiver que fazer um “voo solo”. De acordo com ele, ninguém conseguirá chegar ao Palácio da Liberdade se não fizer alianças. “Na minha idade, com a minha disposição, na minha história que já disputou duas eleições (ao governo de Minas) eu não estou muito propenso a aventuras. Eu trabalho em torno de alianças”, disse o ministro.
O PMDB mineiro trabalha com duas possibilidades na disputa pelo governo estadual, namora o PT e flerta com o PSDB. Segundo Hélio Costa, a expectativa é de que até dezembro o cenário da disputa fique mais claro.
No caso do PT, o PMDB tem conversado com as alas ligadas ao ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, e ao ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel.
Uma das barreiras para a aliança do PMDB com PT é que lideranças avaliam que somente uma candidatura própria no Estado daria um bom palanque para a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.
No PSDB, informações de bastidores dão conta que Hélio Costa seria uma possibilidade no caso da candidatura do vice-governador Antonio Anastasia não decolar. O ministro disse ontem que uma eventual candidatura de Aécio Neves à Presidência fortaleceria sua campanha. Segundo ele, o nome do governador unifica Minas.
Postar um comentário