domingo, 27 de setembro de 2009

Candidatos ao Senado em Minas Gerais

Do O Tempo, com adaptações minhas:
Se para o Palácio da Liberdade os principais nomes estão praticamente definidos, a composição das chapas para a disputa de duas das três vagas que o Estado tem no Senado só deve acontecer no início de 2010. E tudo depende de apenas um nome: o governador Aécio Neves (PSDB).

Caso não consiga ser o candidato tucano à Presidência da República, Aécio disputará o Senado, com a eleição praticamente garantida. Nesse caso, os caminhos praticamente se fecham para a reeleição de Eduardo Azeredo, já que os tucanos teriam que negociar a segunda candidatura com os partidos aliados. Nomes como Itamar Franco (PPS), Carlos Melles (DEM) e Clésio Andrade (PR) estão na disputa para aproveitar a popularidade de Aécio. Se o governador for candidato a presidente, Eduardo Azeredo deve ser o candidato do PSDB.

Já a base do presidente Lula deve ter em Minas Gerais o perdedor da disputa interna do PT para o governo – Patrus Ananias ou Fernando Pimentel, além da possibilidade de Hélio Costa (PMDB) desistir da candidatura ao governo e voltar a disputar uma cadeira no Senado. (RG)

Briga pelo Senado
No campo de oposição a Aécio Neves:
Fernando Pimentel ouPatrus Ananias (PT)
Moraes (PCdoB)

No campo de apoio a Aécio Neves:
Carlos Melles (DEM)
Clésio Andrade (PR)Eduardo Azeredo (PSDB)
Zezé Perrella (PSDB ou PDT)
Itamar Franco (PPS)

Sem definição de campo:
Tilden Santiago (PSB)
Ronaldo Vasconcellos (PV)
Hélio Costa (PMDB)
Postar um comentário