sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

BLOGUEIROS BEM INFORMADOS, DESMASCARANDO A PERSEGUIÇÃO POLÍTICA DE UM JORNALISTA QUE FAZ VÍTIMAS

O EDITOR (como ele mesmo assume na nota) do jornal Notícia publicou em sua coluna de OPINIÃO, falando de si mesmo, na terceira pessoa, a nota que segue em vermelho intitulada "Blogueiros mal informados". Respondo-o neste post, acompanhe-nos, ele em vermelho eu vou de azul.

Blogueiros mal informados
Os frustrados que não conseguem se encaixar na imprensa oficial de Sete Lagoas (digo oficial porque são legalizados e pagam impostos), lançam blogs para ficar atazanando a vida dos outros.

Quer dizer, ele reconhece que nós, "blogueiros", incomodamos muito - "atazanando"-lhe até. E observem que ele começa tentando justificar o oficialismo dizendo que é "imprensa oficial", porque paga impostos e é legalizado. Nada disso. É "imprensa oficial" porque deixa de fazer jornalismo para ser a voz oficial, um mero espaço panfletário, de um governo. E mais: quando é que uma Folha, um Estadão, um O Tempo vão se autoclassificar como "imprensa oficial", isso é mais uma das tantas auto-verdades que só existem em Sete Lagoas, onde, apesar de grandes talentos e gente que pensa grande, ainda predomina a mediocridade.

O pior é que, na maioria das vezes, são desinformados e ficam plantando notícias infundadas. Recentemente deram destaque para o jornalista Magela Martins, editor e fundador do Jornal Notícia, dizendo que ele recebeu DOIS NÃO do governo Maroca ao não ser indicado para secretário de Comunicação e depois de Esporte.

Trato primeiro EDITOR Magela Martins que tomou DOIS, sei lá, quantos NÃO mais. Alguns devem ter ficado entre quatro paredes. E o que esses não geram? Frustração. Portanto, quem é mesmo O FRUSTRADO? Quem é que tem de engolir sapo para não ficar ainda mais desmoralizado?

Será que o Magela alguma vez reivindicou esses cargos?
Eu pergunto para o meu leitor, será que os NÃOS que o EDITOR Magela levou foram, nãos preventivos? Porque se ele não "reivindicou" anteciparam-se as suas investidas. Mas que... Como o próprio revela a seguir "reivindicou" sim. Lembro que é o EDITOR falando de si mesmo, na terceira pessoa (fazendo-se de uma terceira pessoa, que coisa feia), pergunta confessando a sua investida fracassada se "foi preterido ou não aceitou".

Será que ELE foi preterido ou não aceitou? Pelo que sei, o Magela tem outros projetos e ocupar cargo de secretário não está nos seus planos.

A é, não está planos. Ele já desistiu mesmo ou quer só despistar os observadores da cena política, para que não vejam mais suas reiteradas investidas fracassadas? Mas é bom mesmo ele ser mais discreto, porque já tá virando chacota este tal de secretário da Comunicação, que não vira secretário da Comunicação, secretário do Esporte, que não vira secretário de Esporte.

Então, ao invés de plantar notícias infundadas, os "blogueiros" frustrados deveriam primeiro apurar as verdades dos fatos não acham? Pelo menos estariam conquistando um mínimo de credibilidade!

Pois é, o blogueiro aqui está tão mal informado que consegue até plantar e colher a pauta de perseguissão política do senhor EDITOR, Magela Martins, contra um médico. Desta forma ou ele está fazendo o que mando ou tem que reconhecer um verdadeiro trabalho de inteligência jornalística.

Reparem, que na quarta-feira, 20 de janeiro este blog informava que ele, o Editor, "estaria louco para encontrar 'algo' contra o Dr. Aluísio Barbosa, que vem criando alguns embaraços a essa administração e só não prosseguiu na empreitada porque foi dissuadido por outro colega jornalista".

Bem, o que foi que o EDITOR fez na sexta-feira, 22 de janeiro, dois dias DEPOIS? Publica como eu havia antecipado, que ele, Dr. Aluizio, seria a vítima em uma matéria do seu jornal. Assim, a ameaça contra o médico é concretizada. E o prestador de serviços públicos aparece em manchete como "Médico é suspeito de liberar atestado em branco".

Agora vejam só, este "blogueiro" consegue a façanha de antecipar com dois dias de antecedência uma pauta do veiculo, do EDITOR, e este vem falar em "Blogueiros mal informados". Pô, fazer mais jornalismo que isso só se fosse publicar a matéria virgula por virgula; ponto por ponto. Aí já estaríamos no campo do sobrenatural, não é?

Mais, qual foi o efeito deste vazamento da matéria pelo blog? Pode ter obrigado-o a publicar a matéria da qual ele já tinha sido dissuadido por outro colega, como dito aqui também. Mas como sabem o EDITOR é um sujeito "independete", deste que não contrarie o interesse superior do grupo que vive a lhe dizer, até preventivamente, NÃO, NÃO e NÃO. Quem sabe agora eles não reconciderem estas negativas e deixem de ver o EDITOR como um homem "SEM PERFIL".

Mas acho muito difícil que isso aconteça, o EDITOR está ficando sem alternativa e tem que segurar o osso, a boquinha, a teta. Desta feita, eles vão poder continuar a lhe dizer NÃO e ele, o EDITOR, ainda vai ter que continuar a lhes servir com seus préstimos pamfletários, sob o balde de sangue em que as vítimas são menos as da violência física que a do sensacionalismo barato e vagabundo.
Postar um comentário