quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Câmara Cover


Uma ideia de Geraldo Padrão da Rede Padrão de Comunicação que ele mesmo assume que tem um lado lúdico, cômico, ao mesmo tempo acredita que a Câmara Cover terá muito sucesso e vai repercutir longe. Ainda em fase formatação a iniciativa causa furor e repercute na cidade. Já é um dos principais assuntos no meio político local. Hoje na reunião da Câmara, como direi?, não Cover, o assunto Câmara Cover roubou a cena. Caio, Claudinei e Marcelo os três vereadores trataram do assunto num misto de boas vindas e uma pontinha reserva.

Como em Geraldo Padrão se percebe muito entusiasmo nos membros convidados. O presidente já escolhido é o ex-Secretário, Geraldo Donizete, que acredita no espaço “para debater a cidade”, ele ainda aposta que livre das amaras oficiais e formais do poder oficial a iniciativa vai funcionar bem. Eu fui convidado e me sinto feliz por isso. A iniciativa parece interessante.

Mas qual é o papel da, como digo, instituição? Creio que como me disse o virtual presidente fazer um debate informal sobre a cidade. O espaço não é um conselho que tem o papel de auxiliar seja a prefeitura e seja a Câmara e muito menos deve ter qualquer pretensão, além do exercício legítimo da cidadania por pessoas comuns. Não, não tem que haver qualquer sentido de usurpação do poder constituído. Ao contrário estes devem ser prestigiados e cobrados para que exerçam a plenitude seus deveres legais.

Dito isto, o exercício da cidadania no espaço criado pode ser, sim, muito importante para Sete Lagoas. Pode ajudar a refinar, ampliar e aprofundar o debate público dos problemas e oportunidades da cidade. E pode tanto haver o debate paralelo aos temas que estão sendo discutidos lá no Poder Legislativo quanto pode haver o debate de temas comuns. Creio que uma das contribuições fundamentais de espaços como estes é a pressão que se exerce sobre os poderes Executivos e Legislativos JÁ CONSTITUÍDOS, para produzirem mais e melhor. E isso certamente vai acontecer, e é bom que aconteça. Aliás, o que Câmara Cover pode colaborar muito se tiver maturidade e atitude é para tornar os problemas da cidade as causas da população e melhorar os poderes na cidade. Trocando em miúdos, é envolver a população com os problemas da cidade e isso esse fórum pode ajudar.

Mas uma das coisas bacanas com que essa iniciativa está nascendo é fato de estar assumindo-se cômica. Dessa forma, ao mesmo tempo em que é algo sério que quer colaborador com a cidade para ela ser melhor, existe esse lado assumidamente cômico. Mas como “o cômico visa normalmente a solução de uma tensão através do riso.” E tem mais:

“Apesar de ser tradicionalmente associado à comédia, o cômico manifesta-se também em textos poéticos e narrativos. Por outro lado, o cômico não tem apenas um caráter lúdico associado ao prazer. O riso aparece muito frequentemente no texto literário associado a uma função didática, cumprindo a célebre máxima latina: “Ridendo castigat mores” (É com o riso que se corrigem os costumes).”

Fechando, é não se levar tão a sério ao mesmo tempo tratando com seriedade as causas de nossa cidade!
Postar um comentário