BRASIL UM PAÍS CARO PARA OS BRASILEIROS




Preço é, talvez, o indicativo mais importante da situação estrutural e conjuntural da economia de um país, assim como é o demostrativo da eficiência e eficácia do seu modelo de desenvolvimento. E quando a gente olha para esse dado comparando com outros país a situação brasileira é estarrecedora. O Estadão revelou que, com renda menor o brasileiro paga preços próximos ou mais caros que os europeus, americanos. Vejam um único exemplo de vários que tem matéria: 12 ovos no Carrefour SP custam R$ 4,59. No Carrefour de Barcelona, a dúzia sai por R$ 3,64. Nos Estados Unidos, o preço é de R$ 4,51.



Isso é uma clara consequência do baixo investimento tornando-o consumidor refém de poucas e caras ofertas, consequência também do "Custo Brasil" que é alta carga de impostos, sistema tributário complicado, infraestrutura capenga. Portanto, é um ciclo vicioso que leva essa contradição de baixa renda e preços altos. Mudar isso é uma prioridade pra mim e deve ser essa também a busca do próximo governo. O Brasil precisa reformular-se em todos estes pontos econômicos nefrálgicos da equação econômica para ser um país competitivo para que o cidadão disponha de preços melhores. E, meus caros e caras, eu posso dizer como sabe quem me acompanha há mais tempo, a questão econômica sempre foi objeto da minha atenção, na busca de fazer essa reflexão qualificada, esse debate que conscientiza e pode mudar o rumo dos acontecimentos.









E esse assunto que pode ser chato para muitos é do meu meu interesse desde 20 anos de idade e só se fortaleceu com uma formação multidisciplinar no mercado. Tive uma trajetória profissional diversificada, uma experiência que trouxe um rico aprendizado para quem gosta de compreender a equação micro e macro do desenvolvimento. Ou seja, tanto é fundamental que o empresário seja um bom gestor, quanto o país também seja bem gerido e tenha parlamentares com visão do todo. Estou preparado para contribuir para melhorar a competitividade brasileira e, por consequência, a nossa vida, porque tenho a visão clara dos fundamentos econômicos.


sexta-feira, 1 de maio de 2009

O Sindicato dos Metalúrgicos de Sete Lagoas Está de Parabéns!!!


O Sindicato dos Metalúrgicos de Sete Lagoas comandado por Ernane Dias, essa respeitada figura humana, realizou uma grande festa para comemorar o Dia do Trabalhador. Afetado direta e fortemente pela crise que ceifou milhares de empregos no setor metalúrgico de Sete Lagoas, o sindicato se superou ao promover uma grande festa. Uma festa completa que se iniciou com a benção do Sr. Adely Martins, da Comunidade Santa Terezinha do Menino Jesus, teve brincadeiras para a criançada e muita prestação de serviços aos presentes, que puderam usufruir a vontade.

Estendendo as mãos
O presidente do Sindicato, Ernane Dias, transmitiu uma mensagem de fé e esperança "de que as coisas possam entrar no eixo". Mais: Ernane ofereceu aos trabalhadores que perderam o emprego o apoio do sindicato, colocando-se a disposição para colaborar com eles. Seguramente é algo muito bem-vindo em um momento tão sombrio para milhares de famílias da cidade. E é nesses momentos que se conhece um verdadeiro líder, um amigo. E o sindicato está estendendo as mãos.

O prefeito Maroca
O prefeito também se pronunciou e disse que está sensibilizado com a situação dos trabalhadores e está buscando soluções. "Eu estou trazendo bastante obras para Sete Lagoas. Eu estou indo a Brasília ao governo estadual, direto", falou Maroca, que, porém, não disse quais eram essas obras.

Minha fala
Eu, em minha fala disse que aquele momento era a oportunidade do reencontro e da renovação das esperanças, uma espécie de ponto de partida para o trabalhador recomeçar. Também mandei um recado ao poder público local exortando-o a não ficar olhando para trás, deixar o saudosismo de lado, pensar grande, agir e não ter medo de fazer Sete Lagoas crescer. Algo que o governo Maroca não tem realizado, ignorando o custo dessa postura conservadora para as pessoas que precisam de oportunidade. Não basta dizer que está sensibilizado, tem que agir ou pelo menos não atrapalhar.

Acima o momento de confraternização durante a benção celebrada pelo Sr. Adely Oliveira (foto ao lado) da Comunidade Santa Teresinha.





Quem vai ganhar? Abaixo as pessoas na expectativa do sorteio, foram muitos prêmios.



O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Eranane Dias, falando aos trabalhadores.


O prefeito Maroca, sensibilizado. Só falta agir agora.
O mestre de cerimônia, Adilson Izabel, que comandou com grande maestria e brilho a festa.


Ao lado a turma de cinco jovens da vida boa, todos curtindo a aposentadoria.








Alexandre Picoreli, assessor do deputado Jairo Lessa, Eu, Leonardo Barros, e Adilson Izabel.
Olha o jóia da moça!Alexandre Picoreli, Assessor dep. Jairo Lessa.
O presidente entregando o principal prêmio sorteado na festa: uma TV LCD, 26 polegadas. O felizardo foi o metalúrgico, Célio Silva.

Marcondes e Adilson

O presidente do Sindicato, Ernane Dias, o prefeito Maroca e Simone do sindicato, que também faz parte do Conselho Municipal de Saúde. Ah, Maroca foi surpreendido com a informação de que em 4 meses, seu secretário de Saúde, José Orleans, nunca foi a uma reunião do Conselho. Pior do que ele não saber, foi a emenda: "José Orleans está cuidando das grandes coisas."

LINK: Solenidade de Posse da Nova Diretoria do Sindicato dos Metalúrgios de Sete Lagoas E A REVOLUÇÃO QUE A CIDADE PRECISA FAZER

Emprego em Sete Lagoas, leiam também: Minas Gerais recupera emprego; Sete Lagoas fica para trás - Uma crise social do desemprego agravada pela visão torta que tem o governo Maroca

2 comentários:

taynara disse...

sindicato inutil!!!!!!!!!!!!!

taynara disse...

sindicato inoperante!!!!!!!!!!!!!