segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Sete Lagoas e mais 13 cidades oficializam candidatura para hospedar seleções na Copa de 2014


A cidade de Sete Lagoas apresentou oficialmente ao Comitê Organizador Local (COL) a candidatura para ser um Centro de Treinamento de Seleções (CTS) para a Copa do Mundo de 2014. Os CTS são os locais escolhidos pelas seleções de futebol para treinamento até 15 dias antes do início da competição. Seis cidades do Estado já haviam sido pré-selecionadas como CTS: Araxá, Extrema, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Montes Claros e Uberlândia.

Além de Sete Lagoas, outras 13 cidades também apresentaram suas candidaturas: Caxambu, Caeté, Divinópolis, Formiga, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Patos de Minas, Poços de Caldas, Sacramento, Uberaba e Varginha. As cidades aproveitaram a segunda oportunidade de inscrição aberta pela FIFA, que foi encerrada no último dia 16.Juiz de Fora aparece novamente na lista porque apresentou novas estruturas (novo hotel e novo centro de treinamento) em sua ficha de inscrição, o que é considerado uma nova candidatura.

Ao todo, foram apresentadas 19 estruturas, sendo que Poços de Caldas apresentou três e Sete Lagoas e Uberaba inscreveram duas cada. Três municípios formalizaram candidaturas pela primeira vez: Caeté, Lagoa Santa e Uberaba.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa (Secopa), Sergio Barroso, destaca a importância de levar a Copa ao interior do Estado. “A escolha de uma cidade como CTS representa benefícios perenes à região. O título atrai turistas, gera mais empregos e expõe a cidade numa vitrine mundial, fortalecendo a sua imagem”, diz.

Quem não for escolhido nesse segundo momento poderá se adequar e tentar novamente em 2012. No primeiro semestre de 2013, a FIFA pretende lançar um catálogo com, no mínimo, 64 opções de cidades, podendo chegar a 90. A definição dos locais de treinamento das 32 equipes, porém, é de responsabilidade exclusiva das comissões técnicas das seleções. 

A escolha de um CTS está baseada em critérios rigorosos de avaliação de hotéis, aeroportos e campos de treinamento como:
Hotel. O hotel deve ter disponibilidade de mínimo de 55 quartos com ar-condicionado ou aquecedor (considerando o clima na região nos meses de junho e julho). Algumas seleções podem precisar de 100 quartos ou mais. O serviço de restaurante deve atender, no mínimo, 55 pessoas, estilo Buffet, que seja reservado 24 horas para uso exclusivo da seleção. A sala para conferência de imprensa deve ter estilo cinema e capacidade mínima de 100 pessoas.
Aeroporto. A cidade deve ser próxima de um aeroporto, com capacidade para receber aeronaves de aproximadamente 120 passageiros e que permita vôos noturnos. As seleções exigem uma distância máxima de até 60 minutos de deslocamento Hotel-Aeroporto, via ônibus.
Centro de treinamento. O centro de treinamento deve ter, pelo menos, um campo em excelentes condições e medidas oficiais, além de SPA, piscina e área fitness.  O tempo de deslocamento hotel-centro de treinamento, em ônibus, deve ser de, no máximo, 20 minutos.
Postar um comentário