sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Em sua carta Jorge Corrêa Neto foi no ponto


"Dr. Mário Márcio Campolina Paiva"

"Em decorrência da distorção de valores e princípios que norteiam a gestão pública, de divergências de visão e objetivos entre esta Secretaria e a Administração Municipal (...) comunico a V. Exa. o meu desligamento, em caráter irrevogável". 

Ou seja, tudo de bom que começa a acontecer na saúde de Sete Lagoas não por causa do prefeito Maroca, mas apesar dele.
Postar um comentário