sexta-feira, 23 de agosto de 2013

POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO DA SHOW ATIRA DO HELICÓPTERO, ACERTA A PERNA DO BANDIDO E PRENDE A QUADRILHA DE ROUBO DE CARGAS - VÍDEO DE POLÍCIA ATIRANDO EM MARGINAIS

Vídeo mostra policiais em helicóptero atirando e acertando em marginal no Rodoanel

PUBLICIDADE

DE SÃO PAULO

Um vídeo publicado no Facebook na manhã desta sexta-feira mostra policiais civis atirando, de dentro de um helicóptero, contra suspeitos no km 9,5 do Rodoanel, em Barueri, na Grande São Paulo. A informação foi confirmada pela polícia, que disse ter prendido três pessoas e atingido uma delas durante a ação. O homem foi baleado na perna e não corre o risco de morrer.
As imagens feitas por um cinegrafista amador e publicadas no Facebook mostram os carros que passavam pelo local reduzindo a velocidade e parando enquanto o helicóptero sobrevoava a pista. Uma pessoa aparece correndo para longe da via e, segundos depois, um helicóptero aparece. É possível ouvir uma sequência de disparos e a pessoa cai no chão.
Após a aeronave fazer um sobrevoo na área onde o suspeito havia caído, uma pessoa armada se aproxima para averiguar. O helicóptero retorna e pousa na pista.
Segundo a Polícia Civil, o caso ocorreu durante uma operação integrada por equipes do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais). Os policiais disseram que os três suspeitos presos na ação participavam de uma quadrilha especializada em roubos de cargas.
Reprodução
Vídeo mostra policiais civis atirando em suspeito contra suspeito no Rodoanel, na Grande São Paulo
Vídeo mostra policiais civis atirando em suspeito contra suspeito no Rodoanel, na Grande São Paulo
CARGA ROUBADA
Os policiais disseram que os suspeitos foram presos quando transportavam uma carga de cigarro roubada em um furgão. O material tinha sido levado uma hora antes no Jaçanã, na zona norte de São Paulo.
Os três homens estavam no veículo e seguiam pela rodovia dos Bandeirantes, enquanto um carro supostamente fazia a escolta deles. Os suspeitos entraram no Rodoanel no sentido oeste, quando os investigadores pediram apoio.
Ao perceber que estavam sendo seguidos, os homens dentro do furgão começaram a atirar contra as equipes, principalmente no helicóptero, que havia feito uma manobra para fechar a passagem do veículo. Os policiais que estavam no helicóptero atiraram e atingiram a perna do ajudante Elias Menezes Couto, 21.
As equipes que faziam o acompanhamento no chão prenderam o pintor Igor Carvalho Pereira, 21, e o ajudante Renato Rosalvo Antônio, 26. Foram apreendidos dois revólveres e uma pistola.40 --o mesmo calibre usado pela polícia paulista. Dentro do veículo, havia munições calibres.380, 9mm e 12. O carro que parecia ter feito a escolta dos suspeitos não foi encontrado.
O delegado Roberto Bayerlein, supervisor do SAT, disse que a reação foi feita de uma maneira para evitar risco ao motoristas que trafegavam pela região. Segundo o delegado Alberto Pereira Matheus Júnior, da 2ª Divecar, o trio era investigado desde a última semana.
Os três presos foram autuados sob suspeita de roubo. A reportagem não conseguiu entrar em contato com os advogados dos suspeitos.

 
Postar um comentário