VISITE ANTES DO LANÇAMENTO PARA CONHECER E ESCOLHER O SEU LOTE

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Anastasia fala sobre empreendimentos atraídos para o Vetor Norte da Região Metropolitana de BH

Anos atrás, quando o Governo de Minas começou a investir fortemente no chamado Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte, pouca gente acreditava que o planejamento poderia dar certo. O Governo do Estado levou grandes vôos nacionais e internacionais para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, construiu a Cidade Administrativa e investiu na Linha Verde. Diversas outras obras de infraestrutura continuam a ser feitas e o Estado se esforça, ainda, para atrair investimentos privados para a região. Os resultados, pouco a pouco, começam a surgir.

Recentemente, o governador Antonio Anastasia anunciou mais um importante investimento privado para o Vetor Norte da capital: a construção do Fashion City. Os esforços para impulsionar o desenvolvimento econômico na região são o destaque do programa Palavra do Governador desta semana.
“Nós estamos diante de algo que é muito especial na economia brasileira. A ideia do Fashion City, por exemplo, é muito inovadora. A pessoa chega ao aeroporto, visita esse grande centro comercial, de atacado e varejo, faz as suas compras, volta ao aeroporto e vai embora, mas deixa aqui recursos expressivos dessas aquisições. São mais de R$ 140 milhões alocados. Serão 1.500 empregos diretos, mais de 5 mil empregos indiretos e a potencialidade de gerar, de fato, uma grande riqueza”, destaca o governador.
Anastasia explica que, além de um regime tributário diferente para as empresas que se instalarem no empreendimento, que fica em Pedro Leopoldo, o Governo do Estado está liberando crédito financeiro por meio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, o BDMG, e vai ajudar na qualificação da mão de obra. “O Governo de Minas tem um conjunto de medidas para estimular, sempre, a atração de investimentos e a criação de empregos, que estão entre as principais prioridades de nosso governo”, explica.
A chegada da Fashion City vai ajudar na consolidação da chamada Aerotrópole, região de grande importância econômica na qual o ponto central é um aeroporto planejado para atuar como um complexo de transporte multimodal, tanto para passageiros quanto para cargas, e cuja principal função é promover conectividade, com custos competitivos, sustentabilidade e geração maciça de vagas de trabalho. O único processo do tipo em implantação na América do Sul é o do entorno do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN), abrangendo seis municípios.
“Estamos atraindo empreendimentos que tenham esse perfil econômico, que possam, de fato, agregar valor aos produtos mineiros, diversificar a nossa pauta econômica e, fundamentalmente, usar o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, como uma cidade vinculada ao aeroporto. Como nós não temos um porto marítimo, já que Minas Gerais é um Estado sem saída para o mar, temos de compensar essa deficiência com um grande aeroporto economicamente âncora, como é o caso”, afirma Anastasia.
O Palavra do Governador pode ser reproduzido por qualquer veículo de imprensa, sem ônus. O programa é disponibilizado todas as quintas-feiras nas modalidades texto, áudio e vídeo (em qualidade HD).
Postar um comentário