sábado, 24 de agosto de 2013

INVENTÁRIO DAS ÁRVORES DE BH PODE PREVENIR ACIDENTES COM A QUEDA DE DELAS - PROGRAMA BELO HORIZONTE MAIS VERDE DA PBH, PREFEITURA


Inventário das Árvores cataloga espécie de número 165 mil

Em visita realizada nesta terça, dia 20, ao bairro Santa Lúcia o vice-prefeito e secretário municipal de Meio Ambiente, Délio Malheiros, acompanhou a catalogação de uma quaresmeira, a árvore número 165 mil do Inventário de Árvores de Belo Horizonte. O objetivo é analisar e cadastrar de forma digital as mais de 360 mil árvores existentes na capital, o que permitirá antecipar, por exemplo, possíveis quedas de árvores, associando diversas informações para serem tomadas as medidas preventivas em cada caso. “Está sendo investigada a saúde de cada árvore da cidade. O trabalho analisa desde a copa, o caule, a raiz e os galhos, além da distância da fiação e vias públicas”, comentou Délio Malheiros.

O levantamento feito em parceria com a Cemig e a Universidade Federal de Lavras (Ufla) será concluído em 2015. “É fundamental conhecermos profundamente nosso acervo arbóreo para prevenirmos a contaminação de pragas e termos eficiência no controle e no conhecimento de todas as espécies”, disse Délio. Segundo ele, o maior cuidado com o patrimônio verde de Belo Horizonte irá orientar cuidadosamente o planejamento do meio ambiente da cidade.

Além da produção do inventário, Belo Horizonte chegará a 2014 com 54 mil novas árvores. Essa é a meta do programa BH Mais Verde, lançado em 2011 pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Até agora, 18 mil novas árvores já foram plantadas. “Dessa forma vamos contribuir para a reposição de todos os espécimes que foram suprimidos na cidade”, ressaltou a gerente de gestão ambiental da secretaria, Márcia Mourão
Postar um comentário