segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Bendita diferença


Enquanto Aécio Neves (`PSDB-MG) está narrando na segunda, em sua coluna na Folha, uma ida ao Círio de Nazaré, com seu avô Tancredo Neves, o seu rival, José Serra (PSDB-SP) assistiu a procissão no domingo, ao lado do governador Simão Jatene (PSDB-PA), sendo ovacionado pela multidão. Narra Aécio com aquele seu texto entre o piegas e o babaca: "os anos passam, as oportunidades escapam, o Brasil se arrasta. Que o exemplo do Círio de Nazaré, com a robustez de suas convicções mais profundas, possa um dia incendiar nossas consciências cívicas.",traçando um paralelo como sempre forçado entre um evento religioso e a realidade do país. Por sua vez, José Serra elogiava, no twitter, os dotes de cantor do governador paraense e declarava sobre a procissão: "é um grande ato de fé, que à distância a gente não tem idéia de como é". O mineiro ficou descansando em Cláudio, no interior de Minas. Afinal de contas, dois milhões de pessoas é uma merreca. Do Coturno Noturno.

Postar um comentário