segunda-feira, 17 de outubro de 2011

"SETE LAGOAS: TRÂNSITO CAÓTICO E VIOLENTO FAZ 14 VÍTIMAS POR DIA"

Em 2010, cerca dc 42 mil pessoas morreram no Brasil antes do combinado.
Trata-se de uma guerra civil? Alguma calamidade ou pandemia, para se fazer tantas vitimas, em pleno vigor da vida? Não. As causas são outras e, pior, atentados contra a vida humana praticados por pessoas conscientes, cidadãos comuns, que fizeram dos seus carros a arma poderosa para cometer esses delitos, chamados de acidentes de trânsito.
Esse número assustador, quando desdobrado estatisticamente, mostra que ocorrem pelo menos 723 acidentes por dia nas rodovias pavimentadas brasileiras. Média de 30 por hora ou um a cada dois minutos.
Os números ainda revelam que 160 mil vítimas são registradas, por ano, nas estradas municipais. estaduais e federais, no Brasil.
Em Sete Lagoas, com uma frota dc 90 mil veículos motorizados, registra-se uma média de 14 acidentes por dia. De acordo com especialistas do trânsito, esta situação tende a se agravar, por motivos de imprudência, negligência e impunidade, além das falhas no sistema dc trânsito local.
Há, pois, que se louvar, quando nesta Semana Nacional do Trânsito as autoridades responsáveis vão às ruas promover blitzes educativas, alertando motoristas e pedestres para a prática de comportamentos seguros e respeito pelas normas estabelecidas pelo Código Brasileiro dc Trânsito.
Sem querer emitir juízo de valor, há que se destacar que determinadas pessoas, quando na direção de um carro, são contaminadas por uma espécie de espírito superior e se comportam como donos da rua e da verdade. Parece que têm compromisso com a morte, e não são capazes de uma gentileza que possa amenizar ou ajudar outros motoristas, em situação de alguma espécie dc dificuldade. Esses deverão ser matriculados no “Mobral do Trânsito”, por falta de educação e solidariedade.
Vivemos em sociedade para que possamos proteger uns aos outros. Cada um dentro de suas atribuições e competências. Todos dependem sempre do outro, ninguém é absoluto.
Que esta Semana Nacional do Trânsito sirva de momentos de reflexão, corrigir erros e melhorar o comportamento no trânsito nosso de cada dia, a fim de que não sejamos as próximas vítimas. Editoral do Jornal Tribuna.
(data original da postagem: 24/09/11, às 15:38)
Postar um comentário