domingo, 1 de maio de 2011

Governador de Santa Catarina deixa o DEM

Do blog do Noblat:

Em reunião terminada há pouco em Florianópolis, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, decidiu que vai deixar o DEM para embarcar no PSD.
O encontro contou com a participação de integrantes da bancada dos deputados estaduais e federais.
Colombo leva com ele sete deputados estaduais do DEM e três deputados federais do partido eleitos pelo estado nas últimas eleições.
Dois dos federais, Paulo Bornhausen e João Rodrigues, atualmente são secretários do governo de SC. Já Onofre Santo Agostini mantém o mandato na Câmara.
O ato oficial de ingresso no novo partido deve ocorrer nas próximas duas semanas. Colombo é o mais cotado para ser o presidente do novo partido no estado.
O governador faz parte do grupo do presidente de honra do DEM, Jorge Bornhausen, que, em fevereiro deste ano, foi derrotado com a confirmação do senador Agripino Maia (RN) para a presidência do partido.
A decisão de Colombo pode ser considerada como uma grande baixa no DEM que perde um dos dois governadores eleitos em outubro.
Além de Colombo, o partido conseguiu emplacar para o governo do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, aliada de Agripino Maia.
Na semana passada, Maia chegou a dar o tom do impacto que deve gerar no partido a saída de Colombo ao afirmar que “só com a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, o partido não resiste”.
Postar um comentário