segunda-feira, 23 de maio de 2011

Quanto é o IDEB da escola do seu filho?

- Como está o IDEB da sua escola?
- Não sei não, eu só dou aula não trabalho na direção, não.
- Há quanto tempo você dá aula?
- Há 21 anos.

O diálogo acima eu tive com um professor de Português do ensino básico esse final de semana. Como podem constatar ele não se interessa pelo resultado do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) da sua escola porque considera isso de interesse apenas da direção da escola. Ou seja, o profissional não se interessa pelo próprio resultado do seu trabalho. E como o que não é medido não é gerenciado significa que ele não tem como avaliar o próprio desempenho.

Isso é um grave erro que se pode constatar de forma bastante ostensiva na junto aos profissionais da educação brasileira. Ainda não desenvolvemos o hábito de monitorar o resultado do trabalho seja ele qual for, muito menos na Educação. Não fazendo isso não se tem como intervir na ação - na própria, inclusive, que é feita por fazer. Isso só pode levar naturalmente a perda de competitividade comparativa globalmente do Brasil. E numa área chave como a Educação o dano é estratégico e irreparável.

O professor assim como funcionário da iniciativa privada é obrigado a se interessar pelo resultado da organização, mas ele resiste muito ainda. E o país depende de criar essa cultura do resultado. Sim, o país! Uma economia forte é resultado de empresas competitivas internacionalmente, que por sua vez é resultado de uma Educação comprometida em formar mais do que "cidadãos" engajados, pessoas competentes. Afinal, quando não se sabe o que se esta produzindo como resultado do trabalho, fazer de qualquer jeito tá bom.

Nesse sentido de despertar o Brasil para a importância dos números na Educação, especificamente de despertar pais, educadores, gestores públicos para os resultados do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) foi fantástico o JN no AR que terminou na última sexta-feira. A reportagem que se desloca rapidamente pais afora com o avião exclusivo visitou escolas de todas as regiões brasileiras indo na cidade sorteada a duas escolas a de maior e menor IDEB. Louvável iniciativa. Ela deu, aos olhos do Brasil inteiro, a importância que a Educação deve ter e ajudou a todos nós a também dar atenção ao resultado da Educação. E então quanto é o IDEB da escola do seu filho?
Postar um comentário