terça-feira, 30 de agosto de 2011

MG: PCdoB Sete Lagoas recebe filiados em ato pluripartidário


Por Graça Borges, no Portal Vermelho:

“Temos de transformar a discussão de propostas para o município na materialização de um projeto de Brasil” A declaração é da deputada federal Jô Moraes (PCdoB/MG) e foi feita a uma ampla platéia pluripartidária reunida no plenário e galeria da Câmara Municipal de Sete Lagoas, na noite de sexta-feira (26), para a solenidade de filiação e lançamento de pré-candidaturas do PCdoB local, entre as quais a de Rosemar Mazinha `a Prefeitura da cidade.


Participaram do evento, dirigentes municipais do PMDB, PT, PPS, PV e PSD que, não só saudaram os novos partidários comunistas como ressaltaram a necessidade do engajamento comum em prol de novos rumos para a cidade, mesmo que as legendas não se coliguem nas eleições de 2012.

Em discurso, Jô Moraes sugeriu a realização de um seminário para discutir o desenvolvimento de Sete Lagoas sem o embotamento da partidarização ou de exigências, e em sintonia com o ritmo do desenvolvimento nacional. Ela e o presidente do PCdoB de Sete Lagoas, Cezar Maciel abonaram simbolicamente duas das 30 novas filiações, sob aplausos da platéia: a de Rosemar Mazinha e de Fábio Nepomuceno.

Compartilhamento

Jô Moraes destacou o propósito de mudança acalentado pelos dirigentes partidários presentes na solenidade. Todos, unânimes quanto à necessidade de um desenvolvimento econômico e social sustentáveis para Sete Lagoas. “Aqui estão pré-candidatos de Sete Lagoas do PCdoB e de uma amplidão de partidos. Mesmo que estejamos separados pelas circunstâncias do processo eleitoral, o fundamental é essa visão, esse trabalho coletivo. Precisamos de um seminário: Acenda a Luz, Sete Lagoas, para brilhar no rumo do Brasil. A presença dessa ampla representação nos dá a convicção de que podemos construir outra sociedade. Que podemos avançar.”

Durante o evento, dirigente partidários, como Edson Paredão, do PMDB; Leonardo Barros, do PSD, além de Cezar Maciel e Mazinha fizeram referência à conduta ilibada tanto política quanto pessoal de Jô Moraes, sem envolvimento com corrupção ou quaisquer atos desabonadores”, e à dignidade e o trabalho voltado ao interesse comum. Ao agradecer, a deputada destacou que “o combate à corrupção tem de ser permanente, tem de ser um exercício cotidiano”. Em seu pronunciamento, Paredão defendeu a “união das esquerdas na cidade para não deixar o Palácio ganhar novamente”. E cobrou juízo de todos.

Já o vice-presidente do PT, Juventino Souza, representando o dirigente Silvio Sá, que se atrasou por estar em viagem, ressaltou a aliança histórica de sua legenda com o PCdo B e conclamou à mudança do conservadorismo político. “O PT está comprometido com o desenvolvimento econômico, social e ambiental de Sete Lagoas”, disse. 

O presidente do PPS municipal, Nuno Walace também lembrou da irmandade com o PCdoB e reiterou o propósito de marchar junto contra as desigualdades.

Avesso

“Sete Lagoas tem uma localização estratégica, quase 80% de seu território é plano. Recebemos um projeto com terreno e verbas para a construção de um hospital regional mas a administração não quis. Perdemos fábricas, indústrias... Temos uma administração política hostil ao desenvolvimento”, denunciou, sob aplausos, o presidente do PSD, Leonardo Barros, ao conclamar os presentes ao resgate da esperança.

Na mesma linha, o representante dos movimentos sociais, Ângelo Gonçalves, falou da necessidade da união real para “o enfrentamento dos desafios para mudar Sete Lagoas”.
O presidente do PV, Rodrigo Viana apontou que o PCdoB está no rumo certo ao se expandir com novos filiados e desejou sucesso na caminhada. A presidente do Conselho Social, Graça Melo, ressaltou o fato de a deputada Jô Moraes ser a única mulher representante de Minas no Congresso Nacional e defendeu a ampliação dos espaços de poder para a mulher, a partir dos municípios.

Já Rosemar Mazinha postulou a valorização do funcionalismo público de Sete Lagoas como uma das formas de promover o crescimento e desenvolvimento locais. 
Postar um comentário