domingo, 5 de junho de 2011

HOSPITAL REGIONAL PODE ATENDER À DEMANDA DE ALTA COMPLEXIDADE


Governador Antonio Anastasia deve vir a Sete Lagoas para inspecionar construção do complexo que atenderá a 35 cidades da região


Conforme a demanda proveniente das 35 cidades regionais, serviços médicos podem passar de média para alta complexidade.

Uma equipe de técnicos da Secretaria Estadual de Saúde, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas, estuda fórmulas para propor o “modelo de gestão” a ser adotado pelo Hospital Regional Doutor Márcio Paulino. A parceria firmada entre a Prefeitura e o Governo do Estado de Minas Gerais se trata, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Jorge Corrêa Neto, “de trabalho essencialmente técnico e, por isso mesmo, vem sendo conduzido por especialistas do mais alto nível, como profissionais médicos e administradores”.

Na semana passada, essa equipe esteve em visita ao local onde será erguido o hospital, no bairro Aeroporto, e realizou reuniões na sede da Secretaria Municipal de Saúde, para debater detalhes do projeto. Uma pesquisa, que já está em andamento, vai levantar o perfil das diversas demandas (casos mais freqüentes a serem atendidos) proporcionadas pelos usuários dos municípios que compõem a área de cobertura do complexo hospitalar.

O Hospital atenderá a casos classificados como de “média complexidade”. Jorge Corrêa acredita que, conforme a evolução do atendimento dos pequenos hospitais mantidos pelas prefeituras da região, o Regional avançará para o estágio de “alta complexidade”.

Na próxima semana, o prefeito Mário Márcio Maroca deve oficializar a ordem de serviço para que a Construtora Waldemar Polizzi, empresa com sede em Belo Horizonte e vencedora da concorrência pública, dê início às obras do Regional.

A construtora já realiza o serviço de cercamento do terreno onde se localizará o Hospital e as primeiras contratações de operários vêm sendo feitas. Nesta sexta-feira (3), o Gabinete do Prefeito de Sete Lagoas informou que o governador Antonio Anastasia acompanha “com grande interesse” o cronograma de execução do projeto do Hospital e deverá vir a Sete Lagoas no decorrer deste mês para inspecionar as obras.
Postar um comentário