domingo, 17 de outubro de 2010

EMPRESA CHILENA COMPRA SUPERMERCADO BRETAS POR R$ 1,3 BILHÃO

Varejista chilena compra rede Bretas por R$ 1,3 bilhão. Uma das maiores empresas da América Latina, Cencosud já é dona da 5ª maior empresa do ramo do país

Cássia Eponine, no O Hoje em Dia:

A varejista chilena Cencosud, uma das maiores empresas da América Latina, comprou, nesta sexta-feira (16), por R$ 1,3 bilhão, a maior rede de Minas Gerais, a Supermercados Bretas, a quinta maior empresa do ramo no país. Presente também em Goiás e no Sul da Bahia, a rede tem 62 lojas em 25 cidades e 11.105 colaboradores. O faturamento em 2009 foi de R$ 2,1 bilhões. Sediada em Contagem, a Bretas tem 56 anos de mercado.

O comunicado da compra foi feito pela Cencosud à Bolsa de Valores de Santiago. "Com essa estratégica aquisição, a Cencosud entra nos Estados de Minas Gerais e Goiás, consolidando sua posição no setor brasileiro de supermercados", disse a empresa chilena em comunicado ao órgão regulador do mercado. Na segunda-feira (18), o presidente da rede, Estevão Duarte de Assis, deve dar detalhes da negociação.

No início de março, a varejista chilena anunciou a compra da rede de supermercados Família, em Fortaleza, Ceará, por US$ 33,1 milhões. No final de abril, a Cencosud anunciou a compra da rede Perini, que opera em Salvador, Bahia, por US$ 27 milhões. Há cerca de três anos, os chilenos já haviam adquirido a nordestina GBarbosa, com sede em Recife, por US$ 430 milhões.

Consultorias e bancos de investimento apontavam o Bretas como alvo do interesse de uma série de compradores, incluindo fundos como o Tarpon, sócio da empresa de calçados Arezzo. No primeiro semestre, a estimativa era de que o interessado tivesse de desembolsar cerca de R$ 1 bilhão pela companhia, que administra 62 supermercados em Minas Gerais, Bahia e Goiás. O Bretas fechou o ano passado com faturamento de R$ 2,1 bilhões.

Segundo o consultor Marcos Gouvêa de Souza, diretor geral da GS&MD, o negócio vem para confirmar a boa fase do consumo interno nacional. De acordo com a consultoria, o varejo nacional pode fechar 2010 com o terceiro maior crescimento do mundo, atrás somente da China e da Índia. "O grupo Cencosud teve a visão de iniciar a atuação no País pelo mercado que mais cresceu nos últimos anos, no Nordeste. Agora, com o Bretas, vão ficar mais perto da jaula dos leões", afirma Souza, referindo-se ao mercado do Sudeste.
Postar um comentário