quarta-feira, 13 de agosto de 2014

COMO FICA O QUADRO POLÍTICO PARA PRESIDENTE COM A MORTE DE EDUARDO CAMPOS

Campos se foi e nós lamentamos, mas e o que fica? Maria Silva? No PSB como candidata? Não faz muito tempo, muitos se lembram Marina tentou sequestrar o PV e não foi bem sucedida empreitada. Rechaçada em sua tentativa de tomar o partido ela partiu para construir o seu. Nota lateral, é assim, no Brasil partido tem dono. Triste, né? Bem, em frente. Qual é a chance dela ser a candidata do PSB, um partido que ela está de favor até conseguir o número de assinaturas para o seu, a Rede? Ela tem chance, mas não será uma coisa muito simples, porque ela não é uma unanimidade dentro da legenda de empréstimo que está, muito ao contrário, grande parte do PSB não quer ela. Ainda assim acho que ela vai querer não querendo, fingindo que não está querendo, como habitual-lhe é este tipo de comportamento. Mas também ela pode não arriscar, recolhendo-se como fez no segundo turno de 2010, quando não apoiou a oposição na pessoa de José Serra nem a situação, o que logicamente era óbvio essa postura dela acabava como acabou por ajudar a situação. Agora ela pode fazer o mesmo e atuar enrustidamente a favor do seu ex-partido, o PT, como tem feito ocasionalmente. Afinal, ela se alia até com o diabo menos com o PSDB. Mas então como é que fica o quadro político sem Eduardo Campos? É preciso esperar alguns dias mais para ver dos desdobramentos eleitorais desta variável inesperada na eleição brasileira de 2014.
Postar um comentário