terça-feira, 5 de junho de 2012

COM CERTEZA DO CUMPRIMENTO DAS PROMESSAS PODE-SE PROGREDIR DE FORMA SUSTENTÁVEL

Falei com Cecília Lanza e Diogo Augusto de Oliveira do Movimento Acorda Sete Lagoas, que estão participando da mobilização "Veta Maroca" no Centro da cidade. Eles estão convidando a população para participar da Audiência Pública que acontece amanhã na Casa da Cultura. Adiante. No começo da conversa o posicionamento apresentado era mais radical para que Maroca vetasse o projeto ou a Câmara voltasse atrás na retirada da área do condomínio da Área de Proteção Ambiental (APA). Já com o avançar da nossa conversa-entrevista, como podem ver no vídeo, Diogo Oliveira com Cecília Lanza do Movimento expôs que depois da retirada do Condomínio da APA as preocupações são as seguintes:

"Qual a garantia de eles [do condomínio] realmente vão seguir esse projeto?"

"Que [garantia] realmente vão [o condomínio] obedecer as leis ambientais?

Que eles realmente vão se preocupar com a cidade?

Que eles vão doar essa área [área 170 hectares para parque de uso público]? 


Vejam o vídeo volto em seguida:



Considero absolutamente legítimas as posições do Movimento Acorda Sete Lagoas e as garantias que se quer, porque formam exatamente essas e outras mais ainda as garantias que eu exigi como de forma alguma não ocupar a Serra de Santa Helena. Pessoalmente depois de me certificar em relação a não ocupação da Serra, do respeito as leis ambientais, do compromisso que demostram com a cidade a que ainda preciso de garantia é sobre a da doação, estruturação e manutenção da área 170 hectares do Parque para uso público. Acho que se estas coisas forem asseguradas se pode conquistar um grande avanço - seria uma vitória de todos, da sustentabilidade ambiental e do equilíbrio entre progresso e preservação. Com a palavra o sr. Flávio Araujodo empreendimento para também se posicionar - o que pode ser feito através de entrevista também.
Postar um comentário