sexta-feira, 25 de julho de 2014

Leonardo Barros, Minas conhece pela atuação sem mandato. Nos últimos 8 anos, atuando como se tivesse responsabilidade formal pela busca de soluções nas questões de interesse público, ele ganhou relevância e o respeito de pessoas como Antônio Anastasia. “Sou testemunha da sua contribuição”, ressalta  o ex -governador de Minas Antastasia.

Exemplo dessa atuação foi a sua proposta em 2007 para ajudar a desafogar a Saúde em BH e fortalecer o interior. Diante do desafio, propôs a criação de uma nova Macrorregião de Saúde em Minas Gerais. “Leonardo teve um papel importante em nossas discussões. Foi definido Sete Lagoas como um Polo Macro e nós tivemos conforto para definir a alocação do Hospital Macrorregional”, reconhece o ex-secretário Estadual, Antônio Jorge.

Leonardo Barros é uma pessoa que faz das questões de interesse público as suas causas pessoais e luta com paixão e inteligência. Numa ação abrangente nas mais diferentes questões, indo muito além da mobilização social, ele estuda, planeja e apresenta caminhos novos que fazem as coisas acontecerem. Ou seja, uma participação qualificada como na  Educação onde viu implantada pelas mãos do então governador Anastasia, uma outra de suas ideias propostas em 2010, a “criação da escola de professores”, que recebeu o nome de Magistra - “a escola da escola”, e cumpre o ideal de  “requalificar os atuais quadros e qualificar os novos”, assim como propunha Leonardo.

A verdade é que a eleição de Leonardo Barros daria a sociedade um representante diferenciado, um verdadeiro servidor, afinal, quantos se envolvem tanto com as questões públicas e já fizeram o que ele faz mesmo sem mandato?


Postar um comentário