quinta-feira, 22 de março de 2012

Vejam carta de protesto que o leitor Junior encaminhou ao vereador Marcelo da Cooperseltta (PMN)

Prezado Vereador Marcelo da Cooperselta:

Acabei de ver, na TV Centro Minas uma entrevista do presidente da associação de farmácias de Sete Lagoas, que afirma que Vossa Excelência está "correndo atrás dos interesses dos empresários locais".
Ora, vereador: afinal, quem você acha que elegeu você para a câmara municipal? Os donos de farmácias é que não foram. Foi o povo, nobre edil. O POVO.
Portanto, é o interesse do POVO que você deve defender. E o POVO quer ser bem atendido no comércio, seja em farmácias, supermercados, bares, restaurantes ou onde for. 
É um dos direitos que competem ao POVO, comprar onde bem entender, e não onde os empresários (OU VEREADORES) desejem que ele compre.
Assim, meu caro, fica no mínimo estranho essa sua luta em favor dos donos das farmácias locais, que tanto abusaram da pupulação, formando um cartel de preços e péssimo atendimento. 
Se você continuar atuando assim, daqui a pouco vai querer proibir o Bretas de funcionar até as 10 da noite e aos domingos, o Shopping de abrir aos domingos, etc. 
Aliás, como é que anda sua "luta " contra o cartel dos postos de combustíveis ? Por que parou ?

Fique atento, Vereador. Ao contrário do que muitos pensam, a população está de olho em vocês.

Espero contar mais uma vez com o bom senso, que até então vinha norteando sua atuação na câmara, Vereador.

Rodrigo Almeida Junior
Postar um comentário