domingo, 22 de janeiro de 2012

QUANDO SETE LAGOAS VAI FICAR LIVRE DO MAROCA?

Faltam 344 dias para o fim da era Maroca em Sete Lagoas. Registro 22/01/12. Em comemoração a isso, segue um comentário sobre Educação, ou sobre o sonho de que um dia Sete Lagoas tenha a melhor Educação de Minas Gerais - um debate que nós do grupo ALIADOS!!! estamos fazendo neste momento, segue uma palinha da parte que posso publicar:

A questão é focar no município e em uma política. A questão é que: não vamos fazer a melhor Educação apenas garantindo um piso. Como já vimos, a questão é muito mais ampla e estratégica... é preciso melhorias salários concretas em Sete Lagoas, tornando muito atrativo a remuneração do professor..., investimento na formação do educador, estabelecer a meritocracia - se preciso até com provas individuais -, melhores condições de trabalho, melhor gestão dos recursos públicos... e mais importante: é preciso o "querer" fazer a diferença por cada um que está envolvido no ato de educar.

O nosso desafio enquanto cidade que terá a meta compartilhada com a sociedade de fazer a melhor Educação de MG é realizar uma excelente gestão pública, com uma reforma que evite desperdícios, roubos, acabe com privilégios e PRIORIZE aquilo que é atividade fundamental do município como a própria Educação. Eliminando de suas ações as atividades que pode se fazer concessão como o saneamento que é, alguns não tem consciência disso, um GIGANTESCO sugador de recursos da Educação, da Saúde... e sem dar retorno. Com concessão iremos receber investimento e gastar nessa área.

SÓ PARA SE TER UMA IDEIA DO SIGNIFICA ESSE FARDO PARA CIDADE, Sete Lagoas está tentando tomar 72 milhões de Empréstimos do BNDES. Se esse empréstimo sair, o banco tá resistindo, estrangulará de uma vez o orçamento do município e impedirá o que já não se quer fazer mesmo, a construção de escolas no ritmo de crescimento da demanda, assim como avanço necessariamente urgente da rede física de saúde... BOM PARA MAROA! Que tem uma política INTENCIONAL, repito, INTENCIONAL, de segurar o crescimento o quanto puder, sem que a sociedade perceba claramente isso.

Quando falo que Sete Lagoas tem uma escolha para fazer entre fazer a melhor Educação e fazer mal feito tudo como faz hoje se não priorizar, é porque se trata disso mesmo: ou prioriza as atividades fins como Educação, Saúde... ou vai continuar fazendo tudo por conta própria, como o saneamento, que não tem competência e nem dinheiro. E tudo vai continuar mal feito em Sete Lagoas. Quem acha que é assim em todo lugar, vá a outros lugares e compare.

Com esse modelo provinciano de Sete Lagoas, acaba ficando uma cidade rica em arrecadação, mas pagando uma miséria a maioria dos profissionais, não só os da Educação.https://www.facebook.com/groups/aliados7lagoas/ OBSERVAÇÃO - SÓ AS PESSOAS INTEGRANTES DO GRUPO CONSEGUEM TER ACESSO AO GRUPO.Q
Postar um comentário