domingo, 1 de junho de 2014

#EXPEDICAOVEJA EM SETE LAGOAS OBRIGADO PELO PUXÃO DE ORELHA - VEJA

Leonardo Barros e Gabriel Castro - #expedicaoveja em Sete Lagoas
Vocês veem abaixo o SMS que encaminhei ao jornalista de VEJA, Gabriel Castro, tratando de Sete Lagoas. Compartilho a mensagem, porque, claro, não há informação de caráter sigiloso nela, muito ao contrário. Falo com ele do EXCELENTE puxão de orelha que Veja deu em #SeteLagoas, com sua principal matéria após a expedição que esteve na cidade e chegou a seguinte conclusão: "a cidade nascida para o Alto, entretanto, ainda busca o início de um ciclo similar ao de outras cidades pela qual passou a Expedição Veja". Ou seja, não estamos bem como pensava a Revista Veja, que concluiu o óbvio, assim evitemos qualquer ufanismo triunfalista e vamos ao trabalhoso dever de casa que temos pela frente #Sete7.

Antes do sms a seguir leiam este trecho da matéria (http://bit.ly/VejaSete)
"Sete Lagoas tem problemas; o saneamento básico atende apenas 10% da população, as ruas são esburacadas e a violência é maior do que a do restante de Minas Gerais. Será preciso resolver esses entraves para assegurar a continuidade do crescimento que se desenha para os próximos anos." 

*
Gabriel,
parabéns a você e a toda a equipe da #expedicaoveja! Estou acompanhando as matérias... Vocês fizeram um excelente trabalho retratando fielmente a nossa realidade. Isso nos é uma excelente prestação de serviços como sociedade e nos ajuda despertar para o "dever de casa" que precisamos fazer para realizarmos o nosso potencial, conforme conversamos. A conclusão que "a cidade nascida p o Alto, entretanto, ainda busca o início de um ciclo similar ao de outras cidades pela qual passou a Expedição Veja" mais a sugestão sobre o investimento na qualificação da mão de obra que precisamos fazer, são uma importante contribuição intelectual de Veja p nos impulsionar, se soubermos compreender isso.
Um forte abraço!
Leonardo Barros - Sete Lagoas-MG.

Postar um comentário