terça-feira, 11 de setembro de 2012

PESQUISA PREFEITO DE SETE LAGOAS 2012

Segundo pesquisa DataTempo, Márcio Reinaldo lidera com folga em Sete Lagoas
E-mailImprimir
O deputado federal Márcio Reinaldo (PP) é franco favorito para assumir, a partir de 2013, a Prefeitura de Sete Lagoas. Pesquisa DataTempo/CP2 realizada na cidade na primeira semana de setembro aponta o parlamentar com 54,7% das intenções de voto. O adversário mais próximo tem 45 pontos percentuais a menos. É o ex-prefeito Múcio Reis (PMDB), que tem 9,3% da preferência do eleitorado. O ex-secretário do município Emílio Vasconcelos (PSB) possui 8,0%. O ex-vereador e também ex-secretário Caio Valace (PPS), que é apoiado pelo atual prefeito, é o quarto, com 7,5%.

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Faltando pouco menos de um mês para a eleição, 11,8% ainda não têm candidato. Intenções em branco e nulas somam 4,1%, e 4,6% disseram que não votariam em ninguém.

O representante do PP também lidera a modalidade espontânea com boa margem. Sem que os entrevistados tivessem acesso à lista de concorrentes, Márcio Reinaldo foi citado por 46,5%. Os indecisos representam um grupo maior, de 26,5%. O peemedebista foi lembrado por 7,5%, o socialista, por 5,4%, e o candidato do PPS, por 4,1%. Brancos e nulos somam 4,5%.

Rejeição

Dentre as candidaturas, a que recebe maior reprovação dos sete-lagoanos é a de Múcio Reis. Dos pesquisados, 24,2% declararam que não votariam no ex-prefeito. Enquanto 22,8% não souberam informar, outros 18,0% poderiam votar em qualquer um. Já 7,9% informaram que não escolheriam nenhum deles.

Caio Valace sofre rejeição de 13,3%, e Emílio Vasconcelos, de 7,5%. Como reflexo da pesquisa de intenção de voto, o líder isolado é o menos rejeitado, escolhido por 6,4%.

O DataTempo/CP2 levantou o peso que os vices nas chapas têm para influenciar a escolha do eleitor. Surpreendentemente, a maioria disse desconsiderar a composição. Dos indagados, 45,5% declararam que o nome do vice "não influencia em nada".

No outro extremo, apenas 7,2% entendem que a questão "influencia totalmente". Para 26,2% o vice-prefeito "influencia", e, de acordo com15,7%, influencia pouco.


Imagem: Divulgação DataTempoImagem: Divulgação DataTempo

Fonte: DataTempo/CP2
Postar um comentário